fbpx
Outlab.

Vale a pena fazer live no YouTube, no Instagram ou no Facebook?

6 de maio de 2020

Nathanna Alves

Saiba quais são os segredos de uma live de sucesso
Clique para avaliar esse post!
Total: 1 | Média: 5

As lives são o novo fenômeno digital. Você sabia que uma transmissão online pode posicionar positivamente a sua marca no mercado? Veja as nossas dicas para uma live de sucesso! 🤩

Em meio à pandemia de coronavírus e o isolamento social, as formas de consumo e de entretenimento foram modificadas. Os recursos tecnológicos ganharam ainda mais espaço na rotina das pessoas, como é o caso das famosas lives. Vamos juntos descobrir como fazer uma live de sucesso?

Uma alternativa aos shows e eventos; uma forma de produção de conteúdo, uma maneira de manter proximidade com o público e, claro, um negócio milionário. As lives marcam uma nova era no mundo do showbiz e também do marketing. 

Segundo o Portal Comunique-se, as lives, mais predominantemente no Instagram e YouTube, estão sendo realizadas com maior frequência principalmente no Brasil. O país é um dos principais com maior participação on-line, mais especificamente o segundo que passa mais tempo conectado, perdendo apenas para as Filipinas.

Instagram x Facebook x Youtube 🔮

  • Facebook – As lives no Facebook podem durar até 4 horas. Elas também ganham muito destaque, pois são priorizadas pelos algoritmos da rede social. Por lá é possível segmentar uma audiência de acordo com o seu público, gerando aumento de interesse pelos seus serviços.
  • Youtube –  Por aqui, as lives duram o tempo que você precisar. Além disso, é possível agendar a transmissão para um determinado horário, o que permite causar expectativa no seus clientes. O Youtube conta também com o maior número de informações métricas para você avaliar o desempenho da sua transmissão. Você pode compartilhar sua tela ou deixar redirecionamentos para o seu site, por exemplo.
  • Instagram – Com duração máxima de 1 hora, as lives aqui são uma novidade e funcionam no mesmo espaço da função stories. A plataforma é ótima para um anúncio ou apenas uma interação rápida com seu público.

Como as lives podem ajudar a posicionar sua marca? 🤔

Dados do YouTube obtidos pela EXAME, mostram que as buscas por conteúdo ao vivo cresceram 4.900% no Brasil na quarentena. Para ter uma ideia, em 2012, o salto do paraquedista austríaco Felix Baumgartner a uma altitude de 39 quilômetros — no limite da estratosfera — teve uma audiência de 8 milhões de visualizações simultâneas na internet. 

No sábado, 18 de abril, mais de 20 milhões de pessoas (só nos EUA) assistiram ao festival online One World: Together at Home, com a participação de dezenas de artistas, entre eles o músico Paul McCartney.

Mas, as lives não são restritas apenas aos músicos, ok? Professores, personal trainers, consultores e diversos criadores de conteúdo estão fazendo uso desse recurso com diferentes objetivos: vender, criar relacionamento, engajar ou educar. Vale pensar: qual é o seu objetivo enquanto marca e como você pode usar a transmissão ao vivo para alcançá-lo?

Estratégia de marketing? Sempre! 💡

A comunicação da live, por si só, já requer um planejamento de marketing. É preciso descobrir qual canal é o favorito do seu público e onde você poderá tirar melhores resultados. A dupla AnaVitória, por exemplo, lançou um projeto incrível, mas pagou o preço da má comunicação: o pacote, vendido a R$95,00 contava com diversas lives da equipe das cantoras falando sobre os bastidores, produção e montagem de palco das turnês. O valor seria revertido para a própria equipe. No entanto, o projeto não ficou muito claro e o público entendeu que a dupla estava cobrando um valor – considerado abusivo por grande parte dos fãs – pela mesma live que outros artistas estão fazendo de forma beneficente. ‘Começaram a ter uma interpretação equivocada do projeto e acho que foi muito por preguiça e desinteresse… Pessoas falaram coisas maldosas’, disse Ana.

Já a marca Kondzilla, como pontuou o jornalista Léo Dias, sempre foi associada a números altíssimos e todas as reportagens como seu dono e proprietário ressaltam que é o maior canal do YouTube do Brasil, com 57,2 milhões de inscritos. No entanto, as duas lives do canal foram absolutamente desastrosas em termos de audiência: 63 mil pessoas assistiram à transmissão de Kevinho, um dos grandes cantores da produtora. Segundo o jornalista, há um grave problema na estratégia de marketing do canal, que só divulga o dono mas esquece de falar do artista.

Lembre-se: se a sua audiência não for muito engajada, dificilmente você terá muitas pessoas assistindo à sua primeira live. Mas, aproveite para se aprimorar, corrigir erros e pedir feedback de quem está te acompanhando. Uma live de sucesso é aquela que consegue ser assertiva com o público.

4 segredos para uma live de sucesso ⭐️

  • Consciência do objetivo: antes de iniciar uma live, como já falamos, é preciso pensar no que você pretende alcançar com ela. O que você espera de resultado? Vender um produto, engajar seu público, criar um relacionamento com seus clientes, analisar o mercado… Para não se perder, concentre-se um objetivo tangível e mensurável.
  • Roteiro: para não se perder, tenha – muito – foco no assunto escolhido. Faça um roteiro levando em conta todos os pontos que você pretende abordar. Lembre também que é muito importante trazer dados, fatos e fontes, para dar veracidade à sua fala. Isso está intimamente ligado ao seu marketing de conteúdo, porque seus seguidores entendem que você está transmitindo informações valiosas mesmo quando não tem um produto seu diretamente envolvido.
  • Divulgação: na maioria das vezes, um post só não é suficiente para divulgar a sua live. Depois de pensar e planejar a sua transmissão, faça o planejamento de divulgação, sempre deixando claro os dados principais: em quais canais a live estará disponível, dia e horário. Vale pesquisar antes se não terá nenhum outro evento online ao mesmo tempo que o seu. Acredite: ninguém verá a sua live se você transmitir ao mesmo tempo que Sandy & Júnior.
  • Execução: Segundo a Diretora de Marketing e Digital da BMG, Danielle Lage, planejamento é fundamental para uma live de sucesso: “Comunicar com antecedência é muito importante, principalmente porque o número de lives está aumentando muito. Divulgar com antecedência garante aquela data para você, mas esteja preparado também para lidar com os concorrentes no mesmo horário, não tem jeito. Comunicar bastante é tudo. A divulgação deve ser tão importante quanto se você estivesse lançando um show ou um produto. E, claro, entregar um negócio bacana e seja interessante. Não necessariamente precisa ser algo grandioso, mas bem planejado e executado. O propósito é entregar algo diferente e inovador. Fugir do óbvio.”

Oferecer conteúdos de real valor para o seu público é algo que leva tempo e planejamento. Precisando de uma ajudinha? Entre em contato 💚

🧐 Leia também: Instagram Analytics: 7 métricas para calcular o seu ROI

Voltar para o blog

Contato

Precisa de um projeto assim? Fale com a gente.

Solicite seu orçamento
Voltar ao topo