fbpx
Outlab.

O que para alguns é sinônimo de tranquilidade, para outros, manter a rotina de trabalho em casa pode ser difícil. Precisa de um home office mais produtivo? Confira nossas dicas! ⭐️

O home office já era uma grande tendência para 2020. Com a pandemia de coronavírus, esse modelo de trabalho passou rapidamente a fazer parte da nossa realidade. Empresas grandes e pequenas implementaram o home office nas suas rotinas. Ou seja, essa não é uma opção exclusiva de quem é freelancer ou profissional liberal.

Por mais que parece uma maravilha trabalhar de casa, muitas pessoas têm dificuldades de conciliar o home office com o dia a dia. Pensando nisso, separamos 4 dicas para a sua produtividade não cair – anota aí!

💡 De olho no horário: criar um cronograma diário com hora de início do trabalho, almoço e fim das atividades ajuda a manter a rotina;

💡 Workstation: o local de trabalho afeta diretamente na sua produtividade. Afinal, não dá pra trabalhar da cama, né? Lembre-se de separar um ambiente confortável e prático para realizar as tarefas;

💡 Daily: mantenha as reuniões por vídeo com a equipe e os clientes;

💡 Lista de tarefas: faça uma listinha com as tarefas no início do dia para ajudar na determinação e no foco.

Depois desse passo a passo, que tal algumas ferramentas online para ajudar nesse processo? Você pode se organizar, planejar e colocar em prática suas tarefas sem muita dificuldade. E, principalmente, sem perder tempo! 

Organização é a palavra chave 🔎

Seja no trabalho, em casa ou em projetos pessoais, organização nunca é demais. Conheça os aplicativos que podem dar aquela ajuda na hora de organizar:

Videoconferência? É pra já! 🎥

Que tal relaxar um pouco? 🌻

A pausa é tão importante quanto o trabalho, você sabia? Em pesquisa realizada pelo International Stress Management Association do Brasil (ISMA-BR), em 2018, 72% dos trabalhadores entrevistados diziam estar frequentemente estressados. Entre esses, 32% tem a Síndrome de Burnout – uma síndrome resultante do estresse crônico no local de trabalho que não foi gerenciado com sucesso. Não seria diferente no home office, não é mesmo?

Conheça alguns aplicativos que ajudam na hora de relaxar e recuperar as energias para seguir em frente:

Leia também: Vale a pena fazer live no YouTube, no Instagram ou no Facebook?

Como você está lidando com o home office? Alguma outra dica para aumentar a produtividade durante esse período? Deixe nos comentários ou entre em contato!

As lives são o novo fenômeno digital. Você sabia que uma transmissão online pode posicionar positivamente a sua marca no mercado? Veja as nossas dicas para uma live de sucesso! 🤩

Em meio à pandemia de coronavírus e o isolamento social, as formas de consumo e de entretenimento foram modificadas. Os recursos tecnológicos ganharam ainda mais espaço na rotina das pessoas, como é o caso das famosas lives. Vamos juntos descobrir como fazer uma live de sucesso?

Uma alternativa aos shows e eventos; uma forma de produção de conteúdo, uma maneira de manter proximidade com o público e, claro, um negócio milionário. As lives marcam uma nova era no mundo do showbiz e também do marketing. 

Segundo o Portal Comunique-se, as lives, mais predominantemente no Instagram e YouTube, estão sendo realizadas com maior frequência principalmente no Brasil. O país é um dos principais com maior participação on-line, mais especificamente o segundo que passa mais tempo conectado, perdendo apenas para as Filipinas.

Instagram x Facebook x Youtube 🔮

Como as lives podem ajudar a posicionar sua marca? 🤔

Dados do YouTube obtidos pela EXAME, mostram que as buscas por conteúdo ao vivo cresceram 4.900% no Brasil na quarentena. Para ter uma ideia, em 2012, o salto do paraquedista austríaco Felix Baumgartner a uma altitude de 39 quilômetros — no limite da estratosfera — teve uma audiência de 8 milhões de visualizações simultâneas na internet. 

No sábado, 18 de abril, mais de 20 milhões de pessoas (só nos EUA) assistiram ao festival online One World: Together at Home, com a participação de dezenas de artistas, entre eles o músico Paul McCartney.

Mas, as lives não são restritas apenas aos músicos, ok? Professores, personal trainers, consultores e diversos criadores de conteúdo estão fazendo uso desse recurso com diferentes objetivos: vender, criar relacionamento, engajar ou educar. Vale pensar: qual é o seu objetivo enquanto marca e como você pode usar a transmissão ao vivo para alcançá-lo?

Estratégia de marketing? Sempre! 💡

A comunicação da live, por si só, já requer um planejamento de marketing. É preciso descobrir qual canal é o favorito do seu público e onde você poderá tirar melhores resultados. A dupla AnaVitória, por exemplo, lançou um projeto incrível, mas pagou o preço da má comunicação: o pacote, vendido a R$95,00 contava com diversas lives da equipe das cantoras falando sobre os bastidores, produção e montagem de palco das turnês. O valor seria revertido para a própria equipe. No entanto, o projeto não ficou muito claro e o público entendeu que a dupla estava cobrando um valor – considerado abusivo por grande parte dos fãs – pela mesma live que outros artistas estão fazendo de forma beneficente. ‘Começaram a ter uma interpretação equivocada do projeto e acho que foi muito por preguiça e desinteresse… Pessoas falaram coisas maldosas’, disse Ana.

Já a marca Kondzilla, como pontuou o jornalista Léo Dias, sempre foi associada a números altíssimos e todas as reportagens como seu dono e proprietário ressaltam que é o maior canal do YouTube do Brasil, com 57,2 milhões de inscritos. No entanto, as duas lives do canal foram absolutamente desastrosas em termos de audiência: 63 mil pessoas assistiram à transmissão de Kevinho, um dos grandes cantores da produtora. Segundo o jornalista, há um grave problema na estratégia de marketing do canal, que só divulga o dono mas esquece de falar do artista.

Lembre-se: se a sua audiência não for muito engajada, dificilmente você terá muitas pessoas assistindo à sua primeira live. Mas, aproveite para se aprimorar, corrigir erros e pedir feedback de quem está te acompanhando. Uma live de sucesso é aquela que consegue ser assertiva com o público.

4 segredos para uma live de sucesso ⭐️

Oferecer conteúdos de real valor para o seu público é algo que leva tempo e planejamento. Precisando de uma ajudinha? Entre em contato 💚

🧐 Leia também: Instagram Analytics: 7 métricas para calcular o seu ROI

Você sabe tudo de Instagram Analytics? Que tal conhecer algumas métricas relevantes para dar destaque à sua conta na rede?! 😉

O Instagram é uma rede social que não para de crescer. Se olharmos o número de empresas que fazem uso dele, ficamos impressionados: atualmente, cerca de 70% das organizações americanas estão lá. 

Se compararmos com o LinkedIn – rede social profissional – apenas 57% dessas empresas aparecem. O que faz o Instagram ser tão único? O alto índice de engajamento de consumidores na plataforma, só no Brasil são 69 milhões de usuários. Por isso vamos reunir algumas dicas para você manter o controle das ações, despesas e resultados. E é aí onde entra a o Social Media ROI ou Retorno sobre investimento.

Segundo o Portal Statista, apenas 15 milhões dessas contas são de perfis comerciais. O que é uma pena, pois tendo um perfil comercial, você tem acesso a muito mais funcionalidades, sem perder nenhum benefício. Mas, vender – ou ter relevância – por lá não é tão simples. 

Além de produzir conteúdo, é preciso entender como as pessoas consomem. É essencial analisar os dados e as métricas relacionadas ao engajamento do seu público – só assim, você conseguirá otimizar a sua conta para alavancar seu negócio e alcançar o segmento certo para ele. 

Listamos 7 métricas do Instagram Analytics para você calcular o seu ROI e garantir a sua posição de destaque na rede 😎

1 – Defina Metas Realistas 👌

Antes de começar a medir os resultados, você precisa saber aonde quer chegar. Por exemplo: ampliar o conhecimento sobre a marca em novos mercados, gerar novas vendas ou aumentar o tráfego no seu site. As redes sociais são um canal perfeito para comunicação, mas um passo de cada vez. Tenha em mente que seus objetivos devem atender a 5 requisitos: serem específicos, medíveis, realizáveis, realistas e delimitados no tempo; ou seja, o que se conhece como objetivos S.M.A.R.T. na sigla original em Inglês.

2 – Taxa de crescimento de seguidores 🚀

Há quem chame apenas o número de seguidores de métrica de vaidade, mas, é necessário ficar de olho na taxa de crescimento dos seus followers. Se a sua taxa estiver crescendo organicamente, significa que a sua estratégia está dando certo e que as pessoas estão consumindo seu conteúdo.

Está perdendo muitos seguidores? Repense sua produção. Será que você deixou de lado o conteúdo que as pessoas mais gostavam?

3 – Hashtags  🚦

Monitore e classifique as postagens que possuem hashtags específicas, assim, você consegue ter uma ideia das hashtags que têm uma boa repercussão.

Tome cuidado também para não cair no shadowban 😟

O termo é usado para definir um usuário que foi bloqueado, sem que ele perceba. O seu conteúdo para de aparecer nos feeds das hashtags, da localização e até no “explorar”. Isso, consequentemente, diminui o alcance do seu conteúdo e o desempenho da sua postagem. 

Bots, automações e hashtags que não tem nenhuma relação com o que foi postado são pratos cheios para cair no shadowban do Instagram. Além disso, existe também uma lista de hashtags banidas, que você não deve utilizar: sextou, sexy, alone, follow, follow4follow…

4 –  Engajamento 🥂

A taxa de engajamento é a média de interações por postagem para cada mil seguidores.

Essa métrica normaliza a frequência de publicação e o tamanho da audiência, para que o engajamento por marca possa ser comparado. Frequência é essencial para manter essa métrica lá em cima!

5 –  Impacto relativo 💡

Essa métrica calcula o quanto uma publicação específica foi impactante, em comparação com outras postagens em um período de 30 dias, levando em consideração o engajamento. Uma métrica importantíssima que permite identificar os conteúdos de melhor desempenho – assim, você poderá nortear sua produção.

6 – Instagram Stories ⏳

Não é possível falar de Instagram sem mencionar Instagram Stories – a funcionalidade da rede social é extremamente importante e possui suas próprias métricas. São elas: número total de visualizações, percentual de visualização, taxa de conclusão e número de respostas.

7 – Vendas 💰

Para sua ação ser positiva o seu Roi deve ser maior que 1. Mas como calculá-lo? É bem simples. Veja a fórmula: Roi = (Ganho obtido – Custo) / Custo. No entanto, muitas vezes ele é apresentado em porcentagem, daí é só multiplicar por 100.

saiba como calcula o social media ROI

Mas não esqueça, considere também os outros gastos que tenha que realizar, além do investimento que você fez na sua campanha. Entre os custos totais, figuram, por exemplo, as tarifas por hora  – caso as suas redes sejam gerenciadas por uma agência, o valor de suas horas de trabalho se você mesmo administra as diferentes plataformas, os gastos relacionados à cada canal de social media e outros gastos que possam ser agregados ao redor do mesmo investimento. 

Dessa forma, você terá uma visão muito mais real de quanto custa realmente investir nas suas ações de social media.

Graças ao ROI você pode tomar melhores decisões e otimizar seu orçamento. #valelembrar: O Instagram possui as suas próprias ferramentas de negócios, o que possibilita acompanhar essas métricas de maneira fácil e em tempo real. 

Leia também: 5 dicas para sua empresa migrar para o digital

Agora que você já entende de métricas, que tal colocar isso em prática e dar aquele up no Instagram da sua empresa? Entre em contato ou comente e receba um orçamento sem compromisso da nossa equipe de especialistas 🤜🏼🤛🏼

Em tempos de crise, como está atuando a sua empresa? É possível manter a produtividade sem depender de um espaço físico; chegou a hora de migrar para o ambiente digital 😎

Confira nossas dicas para alinhar seu negócio às novas tendências do mercado 🤩

Bill Gates, fundador da Microsoft, nos disse: “Em alguns anos vão existir dois tipos de empresas – as que fazem negócio pela Internet e as que estão fora dos negócios”. Com a pandemia do Coronavírus (Covid-19) isso ficou ainda mais claro. Em tempos de crise, como a sua empresa atua? Ela está no ambiente digital? Consegue vender e se comunicar com os clientes online,sem depender unicamente de um espaço físico? Se você ficou confuso com as perguntas, a gente tem uma única solução. Sua empresa precisa migrar para o digital. Agora.

👉🏻 A centralização de todo o conhecimento corporativo no formato digital facilita a coleta e o processamento de dados o que, inevitavelmente, vai tornar sua empresa mais ágil, inteligente e alinhada com as novas tendências do mercado.

Mas, vamos lá, qual é a melhor maneira de atuar no meio digital? Confira 5 dicas que ajudarão no processo de transformação da sua empresa 📢

A inserção de tecnologia nos processos da empresa não é o suficiente para ser digital.  Essa é uma mudança cultural que atinge todas as etapas do negócio e que envolve a mudança de pensamento de todos que fazem a empresa girar. Você precisa repensar todo o seu modelo de negócio – o que pode ser digitalizado? Aprimorado?

Investir em anúncios nas redes sociais e no Google também é uma realidade a qual você precisa se adaptar e se especializar. Facebook, Youtube, Instagram… Seja qual for o seu cliente, com certeza ele está online em algum lugar. Não à toa, os números do mercado digital de 2019 podem impressionar: foram U$ 334 bilhões investidos em anúncios digitais.

O objetivo da internet é encurtar quilômetros e, claro, tempo. Uma plataforma de assinatura eletrônica, por exemplo, derruba seus custos administrativos (papel, toners, pastas e arquivos físicos) e permite que seus clientes fechem negócios a distância, em poucos minutos e sem necessidade de confirmações notariais.

A nuvem também propicia novos formatos de trabalho, como a atuação remota. Um sistema laboral que ganhou força com o Coronavírus. Sua empresa é capaz de manter a produtividade a partir de um local remoto? 

O mundo é digital, os consumidores também. Segundo a E-commerce Brasil, 82% dos consumidores brasileiros com acesso à internet já se renderam às compras online. E ao que tudo indica, essa já se tornou a melhor opção para grande parte das pessoas. De acordo com um levantamento realizado pelo NZN Intelligence, 74% dos consumidores preferem a modalidade online em relação às compras realizadas em lojas físicas.

Os motivos para investir no e-commerce são muitos! Para você ter uma ideia, com crescimento de 18%, esse modelo de negócio deve movimentar R$ 106 bi esse ano, estima a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm)

A transformação digital abre um leque de novas opções. Por exemplo, o custo com servidores era um impedimento para sua empresa lançar um e-commerce? Com servidores na nuvem, esse custo foi reduzido drasticamente, e permite colocar em prática o seu varejo digital.

Contrate um dream team 🤜🏽🤛🏽

Que tal contar com um time de especialistas para ajudar nesse processo? Pode parecer confuso, mas migrar a sua empresa para o digital não pode esperar ainda mais. Entre em contato com a gente e vamos bater um papo!

Queremos planejar e validar sua estratégia, dar cara ao seu negócio e fazer seu cliente chegar até você. Oferecemos soluções em branding, design, criação de sites, desenvolvimento de plataformas, produção de conteúdo e performance.

Traga seu projeto e vamos construir juntos uma marca de valor, um negócio de sucesso e um diálogo franco onde seu público-alvo estiver.

Curtiu? 😉 Leia também: Google Ads funciona? 10 dicas para criar um bom anúncio

Como é a presença digital da sua empresa? O que você gostaria de mudar? Deixe nos comentários!

O Coronavírus atingiu o status de pandemia. São mais de 200 mil pessoas infectadas e 8 mil mortes, em cerca de 164 países. Saiba mais sobre o vírus, como se proteger e o tratamento adequado.

Segundo o Ministério da Saúde, o Coronavírus é uma família de vírus que causa infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19, após casos registrados na China, e provoca a doença chamada de coronavírus (COVID-19).

Cerca de 202 mil pessoas foram infectadas em todo o mundo pela doença, que já provocou 8.008 mortes. Por isso, esse mês, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou a pandemia de COVID-19.

No Brasil, até quarta-feira, 18/3 foram confirmados 370 casos da doença. Dia 17/3, o Estado de São Paulo confirmou a primeira morte pelo vírus. Os relatórios da OMS e do Ministério da Saúde apontam que alguns grupos e faixas da população são mais suscetíveis ou vulneráveis: idosos, diabéticos, hipertensos, quem tem insuficiência renal crônica e quem tem doença respiratória crônica.

Transmissão do Vírus

As investigações sobre as formas de transmissão do coronavírus ainda estão em andamento, mas a disseminação de pessoa para pessoa, ou seja, a contaminação por gotículas respiratórias ou contato, está ocorrendo. Qualquer pessoa que tenha contato próximo (cerca de 1m) com alguém com sintomas respiratórios está em risco de ser exposta à infecção.

Apesar disso, a transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como:

Prevenção

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

A quarentena voluntária é uma medida importante para combater o vírus. Para apoiar a prevenção, nossa equipe está de home office. É recomendado que todos evitem sair nas ruas, para que a proliferação do vírus seja de forma gradual – é o que chamamos de “achatar a curva” – assim, o sistema de saúde conseguirá atender a todos (ou a maioria) dos casos. 

Tratamento

Não existe tratamento específico para infecções causadas por coronavírus humano. No caso do coronavírus é indicado repouso e consumo de bastante água, além de algumas medidas adotadas para aliviar os sintomas, conforme cada caso, como, por exemplo:

Assim que os primeiros sintomas surgirem, é fundamental procurar ajuda médica imediata para confirmar diagnóstico e iniciar o tratamento.

Conheça os aplicativos do Ministério da Saúde

Para facilitar o acesso a informações sobre o Coronavírus COVID-19 e combater as fakes news, o Ministério da Saúde desenvolveu alguns aplicativos com dicas de prevenção, descrição de sintomas, formas de transmissão, mapa de unidades de saúde e até uma lista de notícias falsas que foram disseminadas sobre o assunto.  

Os aplicativos estão disponíveis para usuários dos sistemas operacionais iOS e Android: 

Para baixar o app iOS clique aqui.

Para baixar o app Android clique aqui

Em um momento tão delicado, é muito importante seguir todas as recomendações da OMS e do Ministério da Saúde. O Coronavírus tem alta taxa de transmissão e é perigoso, principalmente para o grupo de risco. Lembre-se que acatar às orientações é um pacto de saúde coletiva e todos nós precisamos cumpri-lo.

Links patrocinados no Google trazem mais visibilidade para a sua empresa e podem aumentar o faturamento. Conheça mais sobre a plataforma e veja as nossas dicas para anunciar! 

O Google Ads é a maior plataforma de mídia paga da internet. Atualmente, é a principal fonte de receita do Google: de acordo com os dados divulgados pela Alphabet, a empresa fechou o período entre outubro e dezembro do ano passado com um faturamento de US$ 37,57 bilhões. O montante é 16% maior do que o do mesmo período no ano de 2018.

Os fatos são indiscutíveis: Google Ads é uma ótima (quem sabe a mais eficaz) maneira de anunciar a sua empresa. Mas, você sabe como a ferramenta funciona? Os anúncios precisam ser cuidadosamente planejados e, claro, estarem dentro de uma estratégia que funcione para o seu público. 

Listamos 10 dicas para você criar um bom anúncio e trazer mais visibilidade para o seu negócio.

1. Capriche na produção do anúncio

Para fazer um bom anúncio, é necessário que você conheça um pouco de SEO. Entender de palavras-chave, títulos e conteúdo é fundamental para que seu anúncio tenha uma boa performance.

2. Formatos de anúncios

Que tal aproveitar mais recursos disponíveis? Você pode usar as extensões de anúncios que o Google dispõe. As principais delas são: Sitelinks (onde você pode incluir links adicionais); Chamada (telefone convencional ou celular) e Snippets estruturados (para incluir informações sobre os recursos utilizados no seu anúncio).

3. Aproveite a sazonalidade

Quais são as datas comemorativas que o seu público-alvo está mais predisposto a comprar? Fique de olho em datas como Natal, Dia dos Namorados e Dia das Mães para investir mais no Google Ads. 

4. Escolha uma boa palavra-chave

5. Segmentação de público

Exibir o seu anúncio para as pessoas erradas é um erro comum – e fatal – caso você não use os critérios certos para segmentar o seu público. Se atente às segmentações mais básicas como localização e idioma, mas fique de olho também nas mais específicas como dispositivo (por onde o usuário acessa) ou técnicas de remarketing (impactar pessoas que já acessaram seu site).

6. Testes A/B

Comparar duas versões de uma mesma página para amostragem equivalente de visitantes de um site – esse é o principal objetivo do Teste A/B. Com ele, você consegue identificar problemas e apontar soluções de uma forma rápida, otimizando o seu orçamento.

7. Estruture a sua conta

Uma das melhores maneiras de organizar a sua conta é estruturar sua campanha por temas e produtos, por exemplo. Assim, você conseguirá grupos de anúncios e palavras-chave diretamente relacionados com os anúncios, o que melhora seu índice de qualidade e também a sua posição.

8. Política de Privacidade

Antes de clicar em Aceito e quero continuar, estude as Políticas de Publicidade do Google AdWords. Começar uma campanha sem entender essas políticas podem resultar em anúncios reprovados e contas suspensas.

9. Mensuração e otimização de resultados

Acompanhar os resultados é tão importante quanto realizar a campanha! O Google Ads e o Google Analytics dispõe de alguns relatórios que te ajudarão a acompanhar o desempenho das suas campanhas e você conseguirá otimizá-las.

10. Contrate um profissional

Mídia paga pode trazer resultados excelentes para o negócio quando bem aplicada. Mas criar uma boa estratégia não é fácil, exige testes e otimizações constantes. Considere contratar um profissional para isso.

Você tem acompanhado seus anúncios no Google? Solicite uma análise com a gente e aumente seus resultados.

Leia também:

Precisa de ajuda com a gestão das redes sociais? 🤔 Separamos 5 ferramentas que ajudam a alcançar melhores resultados e criam um relacionamento com o seu público.

Falamos aqui sobre estratégias para aumentar as visitas do seu site. Mas, como estão as suas redes sociais? Ter um perfil no Instagram ou uma página no Facebook vai além de criar conteúdo: é preciso fazer também a gestão dessas redes. Acompanhar o engajamento, analisar as métricas e mensurar os resultados são atitudes tão importantes quanto manter o fluxo de postagens. Só assim você saberá quais conteúdos estão tendo um melhor desempenho, quais horários de pico em cada rede e qual o perfil dos seus fãs e seguidores.

A gestão das redes sociais garante que você conheça melhor seu público-alvo e crie um conteúdo de qualidade – que fidelize e engaje – trazendo mais visibilidade para a sua marca.

Claro que, fazer essa gestão manualmente pode ser muito complicado. Por isso, separamos 5 ferramentas que ajudam nesse processo. Confira!

1. mLabs

Através do mLabs você pode fazer agendamentos para Instagram, Facebook, LinkedIn, Twitter, YouTube, Pinterest e Google Meu Negócio – completo, não acha?

O destaque é que, para o Instagram, você pode agendar postagens para o Feed, Stories e até IGTV. Também está disponível algumas funcionalidades para essa rede: fazer repost, marcar produtos no Instagram Shopping e agendar primeiro comentário do post são algumas delas.

🛠 Funcionalidades

2. Hootsuite

O Hootsuite é uma ferramenta bem simples e intuitiva, que permite o agendamento de posts para Instagram, Twitter, Facebook e LinkedIn. Também é possível gerar relatórios para acompanhar o desempenho das postagens e interagir respondendo às mensagens e aos comentários.

🛠 Funcionalidades

3. Agorapulse

O Agorapulse segue o mesmo padrão das duas primeiras, oferecendo também a possibilidade de gestão do Youtube, o que é um diferencial. Além disso, existe o recurso CRM, que fornece informações detalhadas sobre os fãs e seguidores – você pode ver informações do perfil público e notas privadas de cada usuário.

🛠 Funcionalidades

4. SocialGest

Oferece agendamento para Facebook, Twitter, LinkedIn e Instagram – o diferencial aqui são as métricas. A ferramenta permite a visualização dos principais KPIs de cada rede social. Também é possível gerar relatórios, responder comentários e mensagens e obter métricas dessas conversas.

🛠 Funcionalidades

5. Estúdio de Criação

Importantíssimo colocar o Estúdio de Criação, do Facebook, nessa lista. Uma ferramenta gratuita que permite agendar posts para o Instagram (feed e IGTV) e para o Facebook. Ainda não é possível gerar relatórios, mas você consegue acompanhar algumas métricas tanto dos posts, quanto do público das páginas.

🛠 Funcionalidades

Leia também: Mapa da Empatia – é hora de se colocar no lugar do cliente.

Precisa de ajuda com as redes sociais? Entre em contato!

Você conhece bem o seu cliente? Suas dores e necessidades? Conheça o mapa da empatia e aprenda como usá-lo para encontrar essas e outras respostas.

Empatia significa se colocar no lugar do outro. Significa sentir o que outra pessoa está sentindo ou entender o que ela está pensando. O Mapa da Empatia foi criado pela Design Thinking XPlane como estratégia para nos colocarmos no lugar dos clientes em um negócio e, assim, compreendê-los com mais profundidade. Isso possibilita entregar um serviço de qualidade, que não só resolve a situação, como também engaja e fideliza esse cliente.

Basicamente, é um mapa que levanta hipóteses e prototipa o público-alvo, baseado nos sentimentos do mesmo.

Afinal, nada melhor do que o seu cliente se sentir compreendido, não concorda? A seguir, conheça mais sobre essa poderosa ferramenta.

Como é o mapa da empatia?

O modelo do mapa é bem simples e pode ser feito no computador, em um quadro, ou até mesmo no papel – o que vale é colocar a ideia em prática.

Na parte de cima estão as perguntas relacionadas ao seu cliente:


Na parte de baixo estão as perguntas mais subjetivas, relacionadas ao sentimento dele:


Veja o modelo preparado pela Outlab.

Utilize esse template de mapa da empatia para se colocar no lugar do seu cliente

Preenchendo o Mapa da Empatia

Preencher o mapa pode parecer confuso e até mesmo impossível, mas, dentro dos quadrantes das perguntas, cabem outros questionamentos que podem ajudar na resposta

O que ele pensa e sente – Tente pensar nos sonhos do seu cliente, como ele se sente em relação ao mundo, quais são suas aspirações e desejos.

O que ele escuta – Aqui vale pensar não só nas músicas ou conversas, mas também nos meios de comunicação, conversas… Enfim, todo tipo de influência sonora.

O que ele fala e faz – Como é a jornada de compra da sua persona? Preste atenção ao discurso e ao comportamento do seu cliente. Sua aparência, postura…

O que ele vê – Pense no ambiente que seu cliente frequenta. Seus amigos, cotidiano, trabalho, restaurantes… Entenda o mundo que seu cliente vive e o que pode ser observado nele.

Quais são suas dores – Medos e frustrações que seu público tem. Quais são os obstáculos que ele tem que enfrentar?

Quais são as necessidades – Desejos, necessidades… Pense no que é o sucesso para o seu cliente e como o seu produto pode facilitar isso.

Aplicando o Mapa da Empatia no negócio

Depois de preencher o seu mapa, você terá nas mãos o perfil completo do seu cliente e poderá não só aprimorar o seu produto, mas também planejar a sua comunicação para alcançá-lo e engajá-lo com a sua empresa.

Praticar a empatia diariamente ajudará você a se conectar ainda mais com o seu público-alvo, trazendo bons resultados para o seu negócio.

Use o mapa da empatia para desenhar sua estratégia de comunicação, mas lembre-se de conceitos importantes como marketing de conteúdo, inbound marketing e SEO criativo. Ficou confuso? Entre em contato que podemos ajudar.

Leia também: Como funciona uma agência digital?

O marketing digital é uma peça chave para o desenvolvimento de qualquer empresa em 2020. Mas, você sabe como funciona uma agência digital e quais são serviços são oferecidos? A gente explica!

O Brasil é o país da América Latina com maior investimento em marketing digital – são 24,4% do total de mídia, contra 43,5% da média global. Apesar de ter dois terços da população conectada, 80% das empresas brasileiras estão ainda em estágios iniciais do marketing digital (23% são Iniciantes e 57% Emergentes), segundo uma pesquisa da McKinsey.

As mídias digitais têm menor custo e maior efetividade, então, a previsão é de que o marketing digital responda por 75% dos investimentos em marketing nos próximos 5 anos – ou seja, chegou a hora de você contratar uma agência digital.

Uma agência digital é uma empresa que presta serviços de suporte na área de desenvolvimento técnico, analítico e criativo para produtos voltados para a internet. Alguns desses serviços são: sites, e-mail marketing, campanhas de relacionamento com o cliente e gestão de redes sociais.

Agência de Publicidade x Agência Digital

Antes de seguirmos, vale destacar a diferença entre uma Agência de Publicidade e uma Agência de Marketing Digital – apesar de atuarem no mesmo mercado, a agência digital ainda é um termo novo, se compararmos com toda a trajetória do mercado publicitário.

As agências de publicidade e propaganda, ou full service, costumam se envolver desde a concepção da marca até o lançamento, com serviços voltados principalmente para mídias tradicionais como TV, rádio e outdoor.

As agências digitais se baseiam em campanhas que utilizam canais digitais para geração de demandas e vendas. Elas atuam desde o planejamento e estratégia dos projetos, passando pela criação e produção do trabalho e verificando ainda os resultados, para propor ações futuras.

Diferenças entre marketing tradicional e marketing digital

Setores mais importantes

Basicamente, uma agência digital se estrutura da seguinte forma:

Leia também: Metodologias Ágeis: Scrum, Sprint e Kanban

Vale a pena contratar uma Agência de Marketing Digital?

A resposta é SIM. A agência digital trabalha com conceitos importantes como o Inbound Marketing e utiliza todo o know how para atingir exatamente o seu público-alvo, entregando conteúdos relevantes e engajando seus clientes – ou seja, é a melhor forma de posicionar a sua marca no mercado e garantir bons resultados.

Além disso, contar com uma equipe especializada, é a certeza de que seu tempo (e budget) está sendo bem investido. A publicidade tradicional vem perdendo espaço – a Geração Z (de até 24 anos), por exemplo, tem um jeito único de se engajar: 64% dos respondentes de uma pesquisa do Google disseram que gostam de um vídeo de marca quando ele é autêntico e fala a verdade sobre a empresa.

Aposte nas agências digitais e invista no futuro da sua empresa. Quer saber por onde começar? Entre em contato com a gente.


Gestão e Planejamento! Conheça as metodologias ágeis que auxiliam na organização dos projetos, priorizando tarefas e entregam melhores resultados.

Segundo o site Cultura Ágil, os métodos ágeis – ou metodologias ágeis – são uma alternativa à gestão tradicional de projetos, que nasceram nos braços do desenvolvimento de software, mas hoje podem ser aplicados a qualquer tipo de projeto. 

Essas metodologias buscam promover um processo de gerenciamento de projetos que incentiva a inspeção e adaptação frequente, incentivando o maior trabalho em equipe, a auto-organização, a comunicação frequente, o foco no cliente e a entrega de valor.

Resumindo: as metodologias ágeis são um conjunto de práticas eficazes que se destinam a permitir a entrega rápida e de alta qualidade do produto.

Cada metodologia ágil existente hoje carrega consigo as características do manifesto ágil, de 2001, que possui doze princípios e quatro valores, sendo eles:

Scrum

No Scrum, dividimos os projetos em ciclos mensais, chamados de Sprints. O Sprint representa um Time Box dentro do qual um conjunto de atividades deve ser executado.

A cada dia de uma Sprint, a equipe faz uma reunião, chamada Daily Scrum, para debater o dia anterior, identificar barreiras e priorizar as tarefas do dia em questão – uma forma eficaz e simplificada de organizar o trabalho a ser feito.

Para planejar as tarefas usando o Scrum como método, você pode usar o sistema abaixo:

Design Sprint

O Design Sprint foi criado por uma empresa braço do Google, a Google Ventures, que teve como precursor Jake Knaap. Essa metodologia utiliza cinco etapas, que são divididas exatamente em cinco dias, para conceber uma ideia em algo tangível e testável – você pode aplicá-la a vários setores da sua empresa.

Que tal usar o Design Sprint como uma alternativa aos brainstorm? Para isso, utilize o processo:

Dia 1 – Entender: Hora de mapear e entender o problema. Pesquise, levante hipóteses e elabore ideias.

Dia 2 – Desenhar: Faça um rascunho das ideias mapeadas no dia anterior. Use esse dia para refinar tudo o que ficou decidido.

Dia 3 – Decidir: Use essa etapa para decidir um caminho a seguir. Confronte as hipóteses e escolha a melhor solução para o seu problema. Transforme tudo em um storyboard. detalhado.

Dia 4 – Prototipar: Construa um protótipo baseado no storyboard – coloque a mão na massa!

Dia 5 – Testar: É hora de testar o protótipo com pessoas e aprender com os resultados  e feedbacks obtidos.

Kanban

Kanban é um termo de origem japonesa e significa literalmente “cartão” ou “sinalização”.

Essa metodologia, criada pela Toyota, se utiliza de cartões para indicar o andamento dos fluxos de produção, onde são colocadas indicações sobre uma determinada tarefa, por exemplo, “para executar”, “em andamento” ou “finalizado”.

O Kanban permite controle da produção, com informações sobre quando, quanto e o que produzir. Ou seja, uma maneira simples e visual de organizar as tarefas e o fluxo de trabalho, tornando tudo muito mais eficiente.

Para utilizar essa metodologia, você pode se valer de ferramentas online que organizam as suas tarefas, como o Trello, Kanban Tool ou Taskworld.

Leia também:  SPA (Single Page Application): A revolução do front-end design

Que tal aplicar uma dessas metodologias para otimizar os resultados da sua empresa? Quer saber como? Entre em contato!

10 ferramentas para aumentar a produtividade do seu home office

19 de maio de 2020

Nathanna Alves

Confira nossas dicas paara ter um home office produtivo

O que para alguns é sinônimo de tranquilidade, para outros, manter a rotina de trabalho em casa pode ser difícil. Precisa de um home office mais produtivo? Confira nossas dicas! ⭐️ O home office já era uma grande tendência para 2020. Com a pandemia de coronavírus, esse modelo de trabalho passou rapidamente a fazer parte […]

Continue a ler

Vale a pena fazer live no YouTube, no Instagram ou no Facebook?

6 de maio de 2020

Nathanna Alves

Saiba quais são os segredos de uma live de sucesso

As lives são o novo fenômeno digital. Você sabia que uma transmissão online pode posicionar positivamente a sua marca no mercado? Veja as nossas dicas para uma live de sucesso! 🤩 Em meio à pandemia de coronavírus e o isolamento social, as formas de consumo e de entretenimento foram modificadas. Os recursos tecnológicos ganharam ainda […]

Continue a ler

Instagram Analytics: 7 métricas para calcular o seu ROI

17 de abril de 2020

Nathanna Alves

Conheça algumas métricas do Instagram Analytics para calcular o seu ROI

Você sabe tudo de Instagram Analytics? Que tal conhecer algumas métricas relevantes para dar destaque à sua conta na rede?! 😉 O Instagram é uma rede social que não para de crescer. Se olharmos o número de empresas que fazem uso dele, ficamos impressionados: atualmente, cerca de 70% das organizações americanas estão lá.  Se compararmos […]

Continue a ler

5 dicas para sua empresa migrar para o digital

31 de março de 2020

Nathanna Alves

Confira as nossas dicas para o seu negócio ter presença no ambiente digital

Em tempos de crise, como está atuando a sua empresa? É possível manter a produtividade sem depender de um espaço físico; chegou a hora de migrar para o ambiente digital 😎 Confira nossas dicas para alinhar seu negócio às novas tendências do mercado 🤩 Bill Gates, fundador da Microsoft, nos disse: “Em alguns anos vão […]

Continue a ler

Coronavírus: Saiba tudo sobre transmissão, tratamento e formas de prevenção

18 de março de 2020

Nathanna Alves

Saiba mais sobre o novo coronavírus

O Coronavírus atingiu o status de pandemia. São mais de 200 mil pessoas infectadas e 8 mil mortes, em cerca de 164 países. Saiba mais sobre o vírus, como se proteger e o tratamento adequado. Segundo o Ministério da Saúde, o Coronavírus é uma família de vírus que causa infecções respiratórias. O novo agente do […]

Continue a ler

Google Ads funciona? 10 dicas para criar um bom anúncio

10 de fevereiro de 2020

Nathanna Alves

Links patrocinados no Google trazem mais visibilidade para a sua empresa e podem aumentar o faturamento. Conheça mais sobre a plataforma e veja as nossas dicas para anunciar!  O Google Ads é a maior plataforma de mídia paga da internet. Atualmente, é a principal fonte de receita do Google: de acordo com os dados divulgados […]

Continue a ler

5 ferramentas de gestão para redes sociais

23 de janeiro de 2020

Nathanna Alves

Conheça 5 ferramentas de gestão de redes sociais para alavancar seus resultados.

Precisa de ajuda com a gestão das redes sociais? 🤔 Separamos 5 ferramentas que ajudam a alcançar melhores resultados e criam um relacionamento com o seu público. Falamos aqui sobre estratégias para aumentar as visitas do seu site. Mas, como estão as suas redes sociais? Ter um perfil no Instagram ou uma página no Facebook […]

Continue a ler

Mapa da Empatia: É hora de se colocar no lugar do cliente

12 de janeiro de 2020

Nathanna Alves

você sabe como utilizar o mapa da empatia? Aprenda a se colocar no lugar do cliente.

Você conhece bem o seu cliente? Suas dores e necessidades? Conheça o mapa da empatia e aprenda como usá-lo para encontrar essas e outras respostas. Empatia significa se colocar no lugar do outro. Significa sentir o que outra pessoa está sentindo ou entender o que ela está pensando. O Mapa da Empatia foi criado pela […]

Continue a ler

Como funciona uma agência digital?

17 de dezembro de 2019

Nathanna Alves

Entenda como funciona uma agência digital e saiba como contratar uma

O marketing digital é uma peça chave para o desenvolvimento de qualquer empresa em 2020. Mas, você sabe como funciona uma agência digital e quais são serviços são oferecidos? A gente explica! O Brasil é o país da América Latina com maior investimento em marketing digital – são 24,4% do total de mídia, contra 43,5% […]

Continue a ler

Metodologias Ágeis: Scrum, Sprint e Kanban

4 de dezembro de 2019

Nathanna Alves

Metodologias ágeis. Conheça os métodos de gestão e planejamento para alavancar resultados na empresa.

Gestão e Planejamento! Conheça as metodologias ágeis que auxiliam na organização dos projetos, priorizando tarefas e entregam melhores resultados. Segundo o site Cultura Ágil, os métodos ágeis – ou metodologias ágeis – são uma alternativa à gestão tradicional de projetos, que nasceram nos braços do desenvolvimento de software, mas hoje podem ser aplicados a qualquer […]

Continue a ler

SPA (Single Page Application): A revolução do front-end design

21 de novembro de 2019

Nathanna Alves

Saiba mais sobre SPA - Single Page Application

O front-end design tem avançado muito nos últimos anos. O SPA é a prova concreta disso! Saiba mais sobre a aplicação de página única, construída basicamente com HTML, CSS e Javascript. Segundo o blog Chief of Design, o Front-End designer é o profissional que cuida da codificação que tornará possível que a interface gráfica seja […]

Continue a ler

Planejamento 2020: 4 tendências para o marketing digital

5 de novembro de 2019

Nathanna Alves

Conheça 4 tendências para o marketing digital em 2020

Faltam menos de 60 dias para nos despedirmos de 2019! Nessa época, é fundamental que você se organize para o ano que vem. Confira nossas apostas para o próximo ano. Não é nenhuma novidade que o marketing digital é essencial para qualquer empresa. Essa estratégia, caracterizada por ações de comunicação por meios digitais, saiu do […]

Continue a ler

Chatbot – O que é? E como usar?

28 de outubro de 2019

Natalia Figueiredo

Chatbots como fazer?

O Chatbot foi indicado como tendência para 2019 e 2020 por profissionais de marketing digital, cerca de 80% das empresas já planejam implantar algum tipo de automatização em respostas até 2020. Mas como identificar o programa? Em suma, chatbots apresentam diálogos pré-definidos entre o usuário e um “robô”. Automatizando tarefas repetitivas e burocráticas que seriam exercidas por alguém. […]

Continue a ler

Outubro Rosa – Um alerta para o câncer de mama

14 de outubro de 2019

Nathanna Alves

Outubro Rosa - um alerta para a prevenção e detecção do câncer de mama. Uma campanha do INCA e do Ministério da Saúde

É possível prevenir o câncer de mama! Falar abertamente sobre o assunto e esclarecer os principais pontos sobre ele é o objetivo do Outubro Rosa. Conheça mais sobre a campanha e como apoiá-la. Segundo o INCA (Instituto Nacional de Câncer), o câncer de mama é o segundo tipo que mais acomete brasileiras, representando em torno […]

Continue a ler

LGPD – O que é? E o que muda com a nova Lei de Proteção dos dados?

24 de setembro de 2019

Natalia Figueiredo

LGPD - Saiba o que muda com a nova Lei de Proteção dos Dados

Veja os cuidados que você precisa tomar para não ser penalizado pela LGPD Simples ações do dia a dia, hoje, são completamente impossíveis de serem realizadas sem a liberação de informações pessoais como e-mail, cpf, senhas, número do cartão de crédito ou celular. A LGPD define como as empresas deverão tratar esses dados, impactando diretamente […]

Continue a ler

10 estratégias para aumentar as visitas do seu site

11 de setembro de 2019

Nathanna Alves

Confira 10 estratégias para aumentar o tráfego da sua página

Saiba agora mesmo como aumentar o tráfego do seu site, atrair mais visitantes e, consequentemente, conseguir bons resultados para a sua empresa. Atrair mais visitantes para o seu site ou blog parece um desafio? Talvez você só precise melhorar a visão de quem são esses visitantes que estão chegando e qual público precisa atrair mais. […]

Continue a ler

Você sabe o que são Progressive web apps ou PWA?

1 de agosto de 2019

Natalia Figueiredo

Uma dúvida muito comum entre os usuários é a necessidade de ter ou não um aplicativo. Mas a pergunta é: Quantos aplicativos você usa por dia? Ou baixa por mês? Provavelmente, poucos. Certo? Há limitações de espaço no celular, qualidade na conexão, divulgação e atualizações. Por isso, uma solução é mesclar os benefícios da plataforma […]

Continue a ler

Branding, a importância de não ser apenas “um logo”

17 de abril de 2017

outlab

Branding, a importância de não ser apenas “um logo”

Você sabe o que é branding e como isso influencia na imagem da sua marca? O que diferencia você dos seus concorrentes? Como ser lembrado pelo consumidor na hora da compra? Muito provavelmente você sabe da importância de se ter um logo. É algo que define a sua marca e te destaca da concorrência. O […]

Continue a ler

É hora de se mexer e criar algo

8 de março de 2017

outlab

É hora de se mexer e criar algo

Dificilmente você conseguirá ser qualquer coisa que queira na vida, a não ser que se esforce bastante. De uma maneira bastante realista, é muito difícil que os seus mais profundos desejos aconteçam de maneira fácil. Algumas trapalhadas simplesmente acontecem e nem todo mundo vai te tratar como um rei. Vamos apenas lidar com isso. Mas ainda podemos […]

Continue a ler

Não esqueça: Quem não é visto, não é lembrado

17 de novembro de 2016

outlab

Não esqueça: Quem não é visto, não é lembrado

Facebook, Twitter, Youtube, Instagram, Tumblr e LinkedIn. O brasileiro gasta cerca de 650 horas por mês só navegando em redes sociais, 290h a mais do que em portais de notícias. As redes socais alcançaram 78% do total de usuários no Brasil. E onde sua empresa estava em todos esses minutos? A internet oferece cada vez […]

Continue a ler

Contato

Precisa de um projeto assim? Fale com a gente.

Mande sua mensagem
Voltar ao topo